Coréia do Norte protesta contra pressão do Ocidente

Pyongyang (Apê) — Em um vídeo recém-divulgado pela Internet, o imperador da Coréia do Norte, Kim Jong-Il, acusa os países ocidentais de pressioná-lo para revelar os segredos da série de televisão Lost.

No vídeo, o monarca confessa que as filmagens ocorrem em uma localização não revelada no interior do país, onde o último episódio da segunda temporada causou tremores de terra que atingiram 4.2 graus na escala Richter. Kim relata que, nos últimos meses, vários líderes do Ocidente vêm exigindo saber detalhes sobre o Projeto Dharma, bem como respostas aos enigmas do seriado. Devido às insistências, o Exército da Salvação da República Popular da Coréia do Norte teria sido forçado a antecipar o final da série de tevê, apertando o botão antes de se completarem 108 minutos.

O vídeo termina com uma ameaça: Kim Jong-Il avisa que, se os países ocidentais continuarem a insistir que ele revele os segredos de Lost, o soberano será forçado a escalar o ator Rodrigo Santoro para a próxima temporada. Essa escalada está provocando manifestações de embaixadores e presidentes de várias nações, que a consideram “uma provocação desnecessária e abusiva”.

Especialistas afirmam que o vídeo é autêntico. De acordo com eles, o sumo sacerdote norte-coreano seria o mesmo homem que deixou as instruções encontradas pelos passageiros isolados na ilha, em uma instalação subterrânea igual aos vários postos situados na fronteira entre as duas Coréias.

Novas informações sobre a crise diplomática a qualquer momento em nosso plantão.