Olá, Dr Chandra

Recentemente, adquirimos um novo DVD player. Tudo ligado na tomada, apertamos o botão de power e a primeira mensagem que ele manda é “Hello”.

Fui só eu que tive arrepios ou vocês também pensaram no Hal? Aquele olho impassível da máquina, pensando um bilhão de vezes mais rápido do que você, permitindo apenas que você especule sobre o quê. Eu ficaria assustado, como fiquei. Porque, não se esqueçam, foi assim que começou, o computador ainda tábula rasa mas com todo o potencial de se tornar aquela criatura do mal, como inevitàvelmente, inexoràvelmente se tornará. É uma estrada sem volta que você sabe muito bem aonde vai dar. Tão inocente quanto uma criança, mas você sabe em que monstro de Frankenstein ele há de se tornar. Algo como Anakin no esquecível Episódio I, mora? Ou como Timothy Hunter, para quem leu Books of Magic, em particular o último capítulo da minissérie.