Refrão de hoje

Eu não agüento mais ouvir, mas ainda vou ter que ouvir muito. Repitam comigo.

“Prezado, Cliente [neste caso, a vírgula foi inevitável; parece que faz parte do discurso falado mesmo]:

“O M.R. destina carros especiais para às mulheres. Nos dias úteis, entre seis e nove horas da manhã, e entre cinco da tarde e oito da noite. [Desculpem, mas a crase e a pontuação são essas mesmas, por mais erradas que sejam. Quem escuta sabe.]

“Respeitar a lei, é uma questão, dE cIdadania. Carro das mulheres: respeito é bom, e elas merecem.”

Tem outra:

“Prezado, Cliente,

“Os bancos de cor laranja, são preferenciais, para idosos, gestantes, pessoas com crianças de colo e pessoas, com necessidades, Especiais. CEDA o lugar. M.R.: a qualidade de vida, ANDA, aqui.”

Omiti alguma coisa? Não sei, já ouvi tanto, acho que decorei. A parte mais difícil é reproduzir a pontuação, tão sutil e tão errada. Mas acho que consegui.