Privacidade na Internet

Preciso mandar um email pra um colega do curso de Engenharia, o [name withheld by Blogger for privacy]. Joguei o nome dele no Google, joguei partes do nome, acrescentei o nome da companhia onde ele trabalha, joguei o nome e a especialidade do pai dele (vai que consigo mandar email para o pai dele redirecionar), tudo sem sucesso.

Achei-o no LinkedIn. Só que, para mandar mensagem para ele pelo LinkedIn (que não mostra o email), tenho que pagar US$ 30 de anuidade ao LinkedIn.

Até que encontrei o 123people, um saite onde você digita um nome e ele mostra tudo que achou vinculado àquele nome: belogues, comentários em belogues, mensagens no ICQ, vídeos, páginas da Web, … Uma espécie de “Google de pessoas”, mais específico. Nem assim adiantou.

Taí um cara que sabe preservar sua privacidade na Web. Não é coisa fácil por estes dias.

Mas o 123people mostrou que a Amazon tem uma wishlist do meu colega. Felizmente, alguns livros que ele quer são livros que li (ou estou lendo) e que recomendo: 1984, Fahrenheit 451, Admirável mundo novo. Então, que fiz? Comprei-lhe Fahrenheit 451 e pedi que a Amazon colocasse um recado junto com o presente, recado no qual consta meu email. Custou só US$ 17, que a informação de que preciso vale para mim. E ainda avisei que tenho um exemplar sobrando de 1984 (edição americana, não britânica como a que estou lendo), que não preciso comprar da Amazon.

Então, olha só que legal: paguei $17 em vez de $30 e ainda vou deixar meu colega feliz. E ele não precisa me dizer o email dele.

Essa foi a boa notícia de hoje.

Recém-lidas:
Green Lantern #8 (outubro de 1961);
Green Lantern #9 (dezembro de 1961).

EOF