Atualizados meus comentários a Babylon 5

Acabo de atualizar meus comentários a Babylon 5, com alguns parágrafos sobre “Into the Fire” (da quarta temporada).

Obrigado pela atenção.

Anúncios

Babylon 5: comentários de março e abril

Acabo de atualizar meus comentários a Babylon 5, com acréscimos sobre “Z’ha’dum”, “The Hour of the Wolf”, “Whatever Happened to Mr. Garibaldi?” e “The Summoning”. Também já vi “Falling Toward Apotheosis”, mas nada tenho a acrescentar.

EOF

Babylon 5: comentários até “Grey 17 Is Missing”

Só para dar uma espanada na poeira, acabo de atualizar meus comentários a Babylon 5, incorporando os relativos a “Messages from Earth”, “Severed Dreams”, “Ceremonies of Light and Dark”, “A Late Delivery from Avalon”, “Walkabout” e “Grey 17 Is Missing”. Estão todos em inglês, mas eu tinha textos pré-existentes (é com hífen?) sobre alguns deles, que seguem abaixo.

====================
“Messages from Earth”

O episódio não chamou a atenção para isto, nem Straczynski nem os comentaristas na Usenet: por causa do Livro de G’Quan, Garibaldi está aprendendo Narn. Indiretamente, é muito provável que esse conhecimento seja útil no futuro.

Vaughn Armstrong tem cabelo castanho, mas seu personagem é louro e usa o mesmo penteado dos alemães dos anos 30 e 40. A referência ao nazismo não deve ser coincidência.

====================
“Severed Dreams”

A Clarkstown é o mesmo modelo CGI da Hyperion: é tão pouco detalhada como era o CGI no começo da série; e tem até as mesmas inscrições (“21” bem grande no casco).

Quando ativos, os motores da Alexander lembram muito os da Yamato.

Pode-se dizer que fossem suicidas os Narns que enfrentaram os Marines, mas isso é porque não são soldados treinados. Pense: estes são apenas os Narns, civis, que viviam na estação até há pouco tempo. Sua incorporação à segurança foi um improviso. Sua noção de combate é simplista, só na base de ir correndo e atirando, só força bruta, sem planejamento nem autodefesa. Por isso foram caindo, um a um, enquanto avançavam quase em fila indiana contra os fuzis.

Quem combate ao lado dos japoneses não pode contar com eles para sustentarem a defesa: japoneses só podem combater quando estão em perfeitas condições. Ao lhes causar o menor arranhão, o inimigo ativa seu modo suicida, e eles fazem um ataque kamikaze.

====================
“Ceremonies of Light and Dark”

A primeira coisa que pensei quando Londo ofereceu bebida a Refa: dois pretendentes ao trono, duas velhas raposas, e Londo já o esperava com a bebida pronta, sem você ver se Londo está bebendo da mesma ou se é outra… Eu não aceitaria!

Veneno, o método preferido de assassinato político… Tal como em Roma.

“Espaço necessário para expansão” (Lebensraum), a tolice da guerra em duas frentes, … III Reich.

EOF

Os comentários do Sr Atoz a Babylon 5

Continuando uma prática que iniciei algumas semanas atrás, resolvi criar uma página específica para arquivar meus comentários sobre Babilônia Cinco. Assim, reduzo o percentual de inglês do belogue ao mesmo tempo em que organizo a matéria mais conforme o (des)interesse do Leitor.

Portanto, além dos comentários que eu já havia feito sobre “There All the Honor Lies”, a partir de hoje estão no ar algumas notas sobre “Knives” e “In the Shadow of Z’ha’dum”. Infelizmente, as janelas de edição do WordPress não parecem ter sido feitas para páginas permanentes muito longas, e a formatação dá bem mais trabalho do que no Word. Esse problema só piora à medida em que o arquivo cresce e, aliás, nem sei se existe limite para esse crescimento. Portanto, creio que, algum dia, terei que arrumar uma melhor solução permanente para minhas notas. Até lá, vou colocando-as no arquivo criado hoje.

EOF